Vai um polimento? Networking

AAEAAQAAAAAAAAdXAAAAJDU5ZGIyZmVkLWMwMDItNDc5Ny04NWIwLTcwNDkwZGQyMTA2Mg

Somos todos muito ocupados, é fato! Corremos o tempo todo, na tentativa de fazer caber em um dia aquilo que achamos importante. Pura verdade! Mas não esqueçamos o polimento.

Me refiro ao trato polido, à cortesia, ao fino trato. Padecemos da falta de polimento…

As estatísticas mostram que 80% das vagas, a nata, as melhores oportunidades que surgem nas organizações, são ocupadas através de Networking. Então fica a pergunta: É possível fazer um Networking eficaz sem polimento? Traduzindo polimento em atitudes, deixo alguns tópicos para reflexão, pontos retirados das más experiências de profissionais de várias áreas.

  • Não use todas as redes sociais que o mercado oferece, use as que se adequam aos seus objetivos e principalmente as que você consegue administrar. Não é elegante responder uma mensagem 60 dias depois do seu envio e ainda achar que a oportunidade estará disponível;
  • Se alguém lhe fizer uma pergunta, responda. Seja por mensagem, email ou qualquer outro meio;
  • Ao enviar um CV, lembre-se que alguém estará lendo o email. Se o ideal é introduzir o documento com uma bela carta de apresentação, o mínimo é saudar a pessoa que vai recebê-lo;
  • Entrevistou alguém, dê retorno. Isto mostra respeito ao ser humano que se candidatou à vaga;
  • Alguém lhe solicita alguns minutos de agenda? Conceda. Muitos dos profissionais que buscam recolocação e se queixam de não ter retorno de quem está no mercado, também não retornavam as solicitações de contato quando estavam atuando.

Planejamento é tudo, em tudo. Tenha um eficaz e polido processo de Networking.

Como disse o poeta francês Pierre Reverdy, “A carícia é o produto de um longo polimento da bestialidade. ”

Sucesso!!!

Direto ao Ponto

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *